Atropelamentos são a principal causa de morte de animais silvestres no Brasil

  • Atropelamentos são a principal causa de morte de animais silvestres no Brasil

    Atropelamentos são a principal causa de morte de animais silvestres no Brasil

    Uma pesquisa recente conduzida pelo CBEE (Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas) da Universidade Federal de Lavras (MG) estimou que cerca de 475 milhões de animais silvestres morrem atropelados nas rodovias do país a cada ano, ou seja, são 15 animais mortos por segundo, ou 1,3 milhão por dia! Essa é, de longe, a principal causa de morte de animais silvestres no país, superando caça ilegal, poluição e desmatamento.

    Segundo especialistas, este é o resultado natural das ações de um país que ao planejar as rodovias, desconsiderou a questão dos animais e que ainda está dando os primeiros passos na adoção de medidas para minimizar os impactos desse problema.

    Atualmente, tanto a nível nacional como internacional, inúmeros projetos e ações buscam conter os impactos causados pela perda da biodiversidade no mundo e, dada a magnitude do problema, incluir a questão dos atropelamentos é de fundamental importância.

    Além da morte dos animas, os atropelamentos podem levar a graves acidentes. Dentre a lista dos animais selvagens atropelados não é raro encontrar jaguatiricas, macacos, gambás, lobos-guarás, onças, antas e capivaras.

    Alguns estudos sugerem que a criação de passagens de fauna, através de caminhos subterrâneos que poderiam ajudar a minimizar o número de atropelamentos, mas a realidade é que o número de passagens existentes hoje no Brasil ainda é muito pequeno.

    Uma alternativa mais simples para prevenir acidentes e diminuir os índices de animais mortos é a redução da velocidade dos motoristas. Andando a uma velocidade inferior, os motoristas aumentam suas chances de reação e conseguem evitar mais facilmente os atropelamentos.

    Quer saber mais sobre esse tema? Confira essa a matéria publicada na BBC.

    Comments are closed.